março 15, 2002

you gave him your blood

Nossa Paul, que papo de bombado é esse?? hihihiihihihih!!!!

Hoje meu dia foi de sangue também, e não foi menstruação, muito menos o sangue era meu.

Eu estava trabalhando e de repente escuto um estouro de vidro. Achei meio anormal, afinal, foi um barulho absurdo e tinha me ligado que alguma coisa estava errada... Ouvi correria, e na sequência, berros.
Quando eu vi, o corredor, portas e paredes estavam ensanguentados, não dava pra entender o que tinha acontecido.
De uma das ilhas de transmissão, sai uma menina com o braço estourado, parecia uma couve-flor para uns ou uma buceta pra outros (não fui eu quem disse isso, nem percebi que o braço dela estava fodido)... Ela estava com o rosto todo coberto de sangue, aí que eu não entendi: o barulho parecia vir de um lugar mais longe do que o lugar que ela saiu...
Aí que descobrimos: essa menina é office-girl do jornalismo, ela saiu correndo de uma das ilhas de edição do jornalismo, não se ligou que a porta de vidro estava aberta e "STRIKE!", se enfiou com tudo na porta de vidro, cortando o braço e todo o rosto... Ela segurava uma fita para ir ao ar naquele instante, AINDA ASSIM, saiu correndo, toda fodida, subiu uma puta escadaria, foi correndo até a ilha de transmissão e o resto eu contei no começo do post....
Cara, essa história quase me fez vomitar.... Imagina, ela ainda se preocupou em levar a materia ao ar? CARALHO!!!!!!!
Já pensou se o corte fosse no pescoço? Isso é que chamamos de corte seco?? (hahaha, péssima essa, só pra relaxar mesmo!!!)


sometimes you're nothing but meat


Depois que essa cena mais macabra da minha vida aconteceu, mais coisas me aconteceram que quase tive vontade de procurar um vidro pra brincar de STRIKE!
Hoje foi mais um dia de briga com a minha mãe. Não sei mais o que eu faço, na boa. Estou quase alugando qualquer apartamento em qualquer lugar por qualquer preço. Eu não vou ficar doente, na boa. Não mereço isso. A partir de hoje, se ela não me der o devido respeito, não dirijo mais uma palavra excetuando oi e tchau. E isso ainda é muito, na circunstância dos acontecimentos.


I'm aware what the rules are, but you know that I will run
You know that I will... follow you


O que me deixou feliz no dia foi saber que o trabalho que eu tanto me matei pra realizar finalmente foi aprovado. Amanhã acaba. Ufa. E ainda elogiaram, bingo!
Além disso, vcs entraram em contato comigo!!!
Mas não foi o suficiente, o Eric me ligou e mais tarde deixou uma mensagem linda no meu celular, não consegui conversar com ele, e o Paul me escreveu email (quero ouvir sua voz, cacete!!!!). Realmente, especiais são vocês. É reconfortante saber que tenho dois amigos que se preocupam comigo e gostam de mim. E eu realmente sinto *muita* falta de vcs. :'(

março 14, 2002

Through the darkness you can see a light


Oi Paul!!!
Vc é muito phopho mesmo!


Sim, ainda leio esse folhetim nonsense!
Como poderia me esquecer do Dawson? :)
Alternativa que eu gostaria: looping constante de amnésia!!!!!!!!!! (caguei de rir com essa)
mas infelizmente, eu vou descrever algumas coisas que eu ando fazendo / pensando:


- mudança de casa
- minha mãe enlouquecendo
- meu pai em consequência enlouquecendo
- eu, em consequencia, enlouquecendo
- cursos e mais cursos (todo final de semana)
- conselheira amorosa para duas amigas
- respondendo emails atrasados há uma década (e eu sempre esqueço alguém, não adianta)
- namorando
- tentando arranjar emprego / curso / conselho pro namorado
- preocupada com a minha irmã
- assistindo a melhor programação da tv brasileira (claro, a casa e o bbb, o que mais de trash existe pra vc se desligar do mundo do que isso??)
- trabalhando das 9hs até 20hs, há umas duas semanas...
- procurando imagens em 700 fitas, uma por uma, porque a produção só fofoca o dia inteiro (pelo jeito) e caga em tudo possível e imaginável
- aguentando machismo e mais absurdos dia a dia na minha área
- pensando em qual geladeira, colchão de casal e etc pra minha casa e se a porra do inquilino vai pagar mesmo o restante do aluguel
- morrendo de calor e emputecendo com as faltas de luz constantes (dá-lhe apagão!), geralmente ao entrar no banho (santa coincidência, batman!)
- assistindo um acidente de carro e ver um senhor morrer... (ugh)
- indo na terapia
- madrugando sempre, não consigo dormir cedo...

TOP 8 das perguntas mais usadas nas ultimas semanas (algumas são pensadas há 20 anos):

- "por que caralho não consigo arranjar tempo para estudar esses manuais de edição?"
- "por que caralho não consigo ler uma porra de livro?"
- "por que caralho essas fitas não estão decupadas certas? Por que plano geral é plano médio e plano médio é close pra essa gente?"
- "por que caralho eu não consigo mais escrever coisas bonitas?"
- "por que caralho eu não emagreço? oba, chocolate!!"
- "por que caralho existe calor?"
- "por que caralho esse ar condicionado é tão frio? para trincar meus dentes ao sair no corredor quente?"
- "por que caralho meus melhores amigos Paul e Eric não me ligam pra saber se eu ainda respiro?" ---> ESSE É O TOP 1!!!! :-/


Bom, até metade do ano, tudo se soluciona... Quando eu mudar de casa, agora já não tem mais volta, muitos desses problemas serão solucionados, e outros vão surgir, claro... Como sempre, luto para conseguir o que eu quero, nem que eu tenha que bater a cabeça na parede zilhões de vezes.
É muita coisa que eu ando pensando, estou tentando me organizar pra não explodir, me preocupando somente com questões reias, onde eu posso realmente me foder... pensando no presente, investindo no futuro.
Nem estou deprê nem nada, ando tão cansada que nem deprimida tenho tempo pra ficar...
Mas acredito que semana que vem meu horário de trabalho normaliza novamente... Assim espero!
Ando com saudades de vcs e queria encontrar os dois pessoalmente pra gente rir dos nossos problemas e sonhos!! volta pra SP, Paul!!!!!!! CARALHO!!!! :)
Fico por aqui....
turning off................
....................
................
...........
.......
....
..
.

março 11, 2002

EU E MEU CORPO

as marcas da maldade

no escuro você é o rei da satisfação
as lágrimas caem mesmo assim
mas não se ouve o som
a luz quebra o silêncio
chega sem avisar
a vaidade predomina
e não te deixa mais em paz

é na dor que nasce laços com o prazer
mudando tudo que se vê

é fácil de mudar o foco da visão
as sombras sempre fogem dos raios do sol
tampando cada defeito e também sua história
e você pra sempre escravo de mais essa vitória

é na dor que nasce laços com o prazer
mudando tudo que se vê

ela jura que se pode ir muito mais além
sem pensar nas conseqüências de se mudar de vez
ela insiste na mudança mesmo sem saber de quem
nos corpos deformados todas as sensações
presas pelo olhar de cada um de nós

é na dor que nasce laços com o prazer
mudando tudo que se vê

é caro o preço de continuar sendo você
é o barato de não ter que se esconder

é na paz que morre os laços com a dor
sem ter que mudar partes de você
***************

Preciso dizer mais? Já deu pra sacar como eu me sinto?
:-)
Presente pra vocês esse rock que eu acabei de fazer...

t+