agosto 05, 2001

I just put my dance shoes on

Acordei no meio de uma noite, qualquer noite, e senti que dançava com minha alma na minha cabeça, era algo como um tango sobre reencontros misturado com a doce fúria de uma balada distorcida de guitarras.
Encontrei minha alma, ou talvez nunca a tenha perdido porque nunca tive uma.
Agora eu tenho um encontro, dos quentes, comigo mesmo.
Estou sozinho agora, aqui, enquanto escrevo isso, mas estou muito bem acompanhado.
Dane-se idade e piedade.
Eu estou vivo, melhor, eu sou, sou a própria encarnação de tudo que sou e isso me basta, mas o mundo não é o suficiente.
Estou ocupado, desfrutando todo e cada momento, ora com as pretensas paixões, ora com os sinceros amigos, mas sempre comigo mesmo.
Aliás, já notaram que... esquece, ia ser alguma lição de auto-ajuda, e como o princípio de "auto" é "próprio" virem-se para entender, ou melhor ainda, muito melhor mesmo, não entendam mas sintam o que estou sentindo da sua maneira.
Estou querendo dizer algo, mas não com palavras e agora odeio vírgulas que param meus pensamentos. Meu inimigo agora é o ponto final, ainda distante demais para me preocupar.
Danem-se espaços e que se foda o tempo, se minha vida é um filme eu quero ser o personagem principal.
Como de hábito, boa sorte a todos, mas sugiro que façam sua própria sorte, é mais emocionante.
GENIALIDADE DOS LOUCOS!

Estava eu no bus ontem, voltando pra minha casa da galeria do rock, e mais uma vez algo bizarro acontece:

Um cara meio mendigo e meio louco distribui um papel pedindo ajuda. Dessa vez eu dei, normalmente não dou nada. E acabei meio que "comprando" o papel dele. Reproduzirei os dizeres, se alguém entender algo me conta. Será que jogo na sena?
(Letra de semi alfabetizado...)

"Sou dontemental
meu nom e José

me de uma ajuda

mauuco beleza

drus te amar

15=10=1970

25 25 6 981 "


e ai? alguém sacou o recado???????

fui.............

agosto 04, 2001

ALL THE WAY TO RENO (II) [WE'RE GONNA BE STARS!!]

Ë issae.... Enquanto eu aguardo sem dormir praticamente há uma semana, decisões sobre minha vida (tanto profissional, estudantil e amorosa) aqui estou eu escrevendo músicas....

Quero pelo menos ter uma banda com o nome de ASSIS, que canta em bom rock tudo o que eu escrevo...

Boa sorte pra Professional no seu novo cargo, pro Paul e a doutora, e pra mim (porque não? ehhe)

fui.................

agosto 03, 2001

no one fails like me

impressionante.
esse servicinho que me deram pra fazer mata.
mas não pelo serviço e sim pela má vontade das pessoas. um joga problema pro outro, explicam mal e que fica com cara de otária? eu, lógico.
se eu encontrasse o cara que inventou a produção de tv, eu cortaria o pau dele e enfiaria no seu cú.
na boa.

agosto 02, 2001

EU QUERO SER UM ROCK STAR!!!

Imaginem letras minhas com uma banda de rock tocando? Estilo Smashing Pumpkins, Soul Asylum ou REM?

Eu quero ser um ROCK STAR!!!! :-)))))

Pelo menos ter uma banda que toque minhas musicas... É pedir muito??

FUI.............

PS: Taí, o Michael Stipe fez o Losing my religion, O New Order fez o Bizzare Love Triangle, o Police fez Every Breath you take quando estavam na mesma situação que eu, ou seja; perdendo a razão por alguém! O meu não é tãoooo bom como esses mas já vale... não?
Eu breve eu posto a letra...

agosto 01, 2001

everyone is lost just waiting to be found

Pois é, uma luz no final do túnel.
Depois de tanto xingar, de meses sem fazer nada, vão me indicar pra fazer pós produção.
Sinto até que rola efetivação em algum lugar.
Não me sinto mais tão perdida, é ótimo o seu chefe ligar pra vc e te elogiar. Pedindo que vc fique trabalhando com ele porque ele te acha ágil e competente.
Existe um sorriso no meu rosto que não vai sair tão tarde. Ainda bem.

julho 31, 2001

Receber e perder, é pior que nunca ter tido.


fui.

julho 30, 2001

I don't really miss god, but I sure miss Santa Claus

Engraçado, parece que eu não tenho nenhuma emoção dentro de mim. Sabe quando você está normal? Isso eu não sinto há muito muito tempo, até estranho! Tipo, ou sempre estou triste, ou eufórica, ou chateada...
Esse final de semana a minha gravadora de cds pifou... Já é a segunda em menos de dois anos... O que me deixa irritada pra cacete. Quando isso aconteceu confesso que fiquei muito triste, porque eu não tinha dinheiro nenhum, até eu me lembrar da minha reservinha de dólares, que por acaso foi tudo por água abaixo hoje... Comprei uma gravadora baratinha, de 270 reais da LG, outra marca que vou testar pra ver se dura um pouco mais.
Mas o fato é: as aulas começam quarta feira.
Amanhã meu humor volta ao que era. Ou seja, reclamando pra caralho e triste sem saber o que me reserva o futuro.
Eu ainda pensei numa teoria que aumentaria um pouco meu bom humor durante a semana: meu final de semana deveria ser de 3 dias. Acredito que todos iriam se dar bem e viver melhor. E eu iria faltar bem menos no trabalho.
onde deus toca é divino, e eu?

para mãos atrapalhadas que nunca alcançam
cartas na mesa de nada adiantam
minhas mãos alcançaram o longo fio do telefone
a grande distância que nos mantém longe

elas tentaram ser inteligentes, até mais que deus
já que não creio em deus e nem em sua autenticidade
o que sobra pra acreditar, senão em uma puta amizade?

não importa quantas horas eu gastei falando
com uma voz amarga que se tornou doce
não importa quantas vezes eu tentei visualizar
a pintura de um rosto que eu acreditei ser real
era real

o mundo que inventamos em nossas mentes inocentes
volta toda vez que o frio corta meus pulsos em dois
o mundo que enfrentamos agora de repente
volta cada vez que o vapor cura o meu ferimento
a dor é real, assim como nós nesse momento

obrigado meu deus, espero que esteja feliz
seus movimentos atrapalhados nos mantêm separados
mesmo não crendo em ti, esperava sua mão amiga
que nem de longe eu vi

confiei totalmente em algo que não existia
minhas mãos tocaram algo que eu não tinha
meu estômago ria e cantava
mesmo sem música alguma tocando ao fundo
nem mesmo uma piada contada
eu me abri

nunca mais poderei me fechar de novo
não importa quantas mãos eu terei que tentar tocar
não importa quantas palavras eu terei que dizer
não importa quantas vozes terão que mudar de tom
eu cai de uma vez

a maior abertura dentro de mim
mão nenhuma consegue fechar
a tristeza gritando do meu estômago agora
nenhum banquete consegue calar


mas se é isso o necessário pra me cativar
uma fome eterna eu terei que agüentar

eu sinceramente acreditei que o real viria na hora
tão forte era a minha convicção
que disse não para todas as outras mãos
que do nada resolveram me cumprimentar

se a realidade é o que damos não o que mostramos
porque ninguém verdadeiro me dá sua mão agora?

eu posso não acreditar em deus
eu posso não acreditar em submissão
mas eu acredito no destino

minhas mãos atrapalhadas que nunca a de deus tocaram
ainda aplaudem em resposta à falta de ajuda
porque continuam suando no calor do sol
e continuam à espera de alguém esquentar

eu perdi de novo
ainda aceno para as oportunidades
que me cumprimentam e logo em seguida acenam adeus

eu ganhei finalmente
porque as mãos que nunca me cumprimentaram
foram suficientes para me esquentar de verdade

uma amizade; muito mais que especial
portanto; Ele também pode ser real

se qualquer uma das coisas existe nesse mundo
outra chance igual a essa eu agarro num segundo.


Issae! Vamos gamar alguém?????????

fui...............